Sexta, 20 de Maio de 2022
Saúde Alerta

Secretaria de Saúde emite nota de alerta após alta de casos suspeitos da doença da “urina preta” no Ceará

Nenhum dos pacientes evoluiu para forma grave e/ou óbito.

16/09/2021 às 00h48
Por: Redação Fonte: GC Mais
Compartilhe:
Secretaria de Saúde emite nota de alerta após alta de casos suspeitos da doença da “urina preta” no Ceará

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) emitiu na noite desta quarta-feira (15), uma nota de alerta sobre a síndrome de Haff, conhecida popularmente como “doença da urina preta”. Por se tratar de um evento de saúde pública e que precisa ter todos os casos suspeitos notificados, os profissionais de saúde devem ficar atentos aos pacientes que relatarem dor e rigidez no sistema muscular, dificuldade de andar, falta de ar, perda de forças, dor no estômago, dormência, diarreia e mudança na tonalidade da urina.

“É importante, ainda, investigar se houve consumo de crustáceos e pescados. A toxina encontrada nos animais pode ser advinda de algumas espécies de algas marinhas que servem de alimentos para os peixes e crustáceos”, indica a orientadora da Célula de Informação e Respostas às Emergências em Saúde Pública da Sesa, Sheila Santiago.

O documento reforça que, nos casos em que houve a ingestão dos alimentos, com confirmação de sobras, deve-se avisar a Vigilância Epidemiológica do município para articulação de coleta. Importante que as notificações sejam feitas em até 24 horas a partir da suspeita inicial do caso ou surto.

Entre os meses de julho e agosto deste ano, nove casos suspeitos da síndrome foram notificados no Ceará. sendo quatro em homens e cinco em mulheres. Do total, oito precisaram de internação hospitalar e um foi acompanhado em ambulatório. Dois pacientes necessitaram de cuidados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), uma mulher de 24 anos e um homem de 81 anos. Nenhum dos pacientes evoluiu para forma grave e/ou óbito.

As notificações de casos/surtos para a síndrome de Haff devem ser registradas no Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da Sesa. O alerta deve ser feito por e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (85) 3101-4860 / (85) 98724-0455 em dias úteis, fins de semana e feriados. O aviso pode ser feito ainda ao município de Fortaleza nos telefones (85) 3452-6989 e (85) 98868-9893.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários